segunda-feira, 21 de maio de 2007

Os museus, hoje



Da lição da Professora Suely Rolnik: "O que podem ser os museus hoje em dia? Lugares de diferenciação artística e de forças poéticas", acrescento eu: os museus de arte contemporânea devem ser lugares de arquivo (o que implica arquivo de obras materiais, obras imateriais e documentos relativos às obras, aos artistas e às condições de produção) para consulta e, simultaneamente, lugares de criação artística contemporânea.

APR

3 comentários:

dora disse...

( falta sublinhar o museu como lugar de relação/comunição artística - sem o qual a noção de museu é estagnada, ou, quando muito, evoca círculos subtilmente autistas. Num tempo, este, em que publico é uma palavra já só no plural )

Anónimo disse...

.....os museus de arte contemporânea devem ser lugares de arquivo (o que implica arquivo de obras materiais, obras imateriais e documentos relativos às obras, aos artistas e às condições de produção) para consulta e, simultaneamente, lugares de criação artística contemporânea.....e a emoção que sentimos com os"arquivos"?

manamagana disse...

reforço a opinião da dora salientando que os museus são essencialmente espaços de comunicação, construção e transformação e isto envolve necessariamente uma concepção diferente dos públicos e das relações que queremos, desenhar com eles.
O autismo não é tão subtil como isso.